Retalhos

"Entre o sono e o sonho, entre mim e o que em mim é quem eu me suponho, corre um rio sem fim."

A minha fotografia
Nome:
Localização: v.n.gaia, Portugal

Sou um contentamento descontente

segunda-feira, outubro 16, 2006

Atira-me um suspiro

foto by me

Atira-me um suspiro,
Nem que seja um já usado.
E prende-me ao teu cais,
Com a segurança da tua amarra
Antes de partires.
Eu recolher-me-ei nas tuas vagas.

7 Comments:

Blogger Tiago said...

...agitadas, mornas,
suaves balançares
de paz nas horas calmas.

Não resisti

bjs e boa semana
Tiago

16 outubro, 2006  
Blogger diabinho said...

Essa segurança vem por si própria... não é preciso pedir...
Partilhem os sentimentos que alimentam a cumplicidade e não precisarão pedir nada, tudo virá, como por magia...

17 outubro, 2006  
Blogger NightWolf said...

Quando se ama, por mais pequeno que seja o gesto, o desejamos... como se a nossa vida dependesse dele.
beijinhos*

17 outubro, 2006  
Blogger Bela said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

17 outubro, 2006  
Blogger pensamentos_vagabundos said...

suspiro....
beijo vagabundo

18 outubro, 2006  
Blogger Cris said...

Bonito, simples, quem somos nós sem o nosso porto de Abrigo?

Obrigado pela visita

Um Bjo

c.

19 outubro, 2006  
Blogger Quem? said...

Amarras é palavra que não rima com amor, quem nos prende, não nos ama, quem nos dá a liberdade de partir e nós ficamos é quem verdadeiramente nos ama.


Chuviscos

20 outubro, 2006  

Enviar um comentário

<< Home