Retalhos

"Entre o sono e o sonho, entre mim e o que em mim é quem eu me suponho, corre um rio sem fim."

A minha fotografia
Nome:
Localização: v.n.gaia, Portugal

Sou um contentamento descontente

quinta-feira, setembro 28, 2006

Mais um retalho


Olho o dia e ele olha-me com um esgar trocista.
Olho pela minha janela e ele lá está: cinzento como a minha alma.
Um cinzento que comigo se deitou e comigo se levantou.
Eu sei que o sol está lá, que teima em aparecer. Está naqueles raios que vislumbro , como está em mim.
Sinto-me cansada. Tão cansada destes dias vazios que apenas me puxam pra fora da cama para me dizer que tenho de continuar.
Mas tudo é vago e indefinido...
Lento, tudo é tão lento!
Entediam-me as noites longas passadas demoradamente, sem sono.
Passo por aqui para descansar desta canseira de alma...
e alinhavo mais um retalho.
De mim.

2 Comments:

Blogger Teresa Durães said...

vi o teu profile.leste Herman Hess. Leste "O jogo das contas de vidro"? (o mais difícil dele), ou Peter Camazind (olha, não sei se o apelido se escreve assim)

Um dos meus autores preferidos mas o Sidhrata é talvez o que gosto menos

28 setembro, 2006  
Blogger pensamentos_vagabundos said...

retalhos de um quadro lindo
beijo vagabundo

28 setembro, 2006  

Enviar um comentário

<< Home