Retalhos

"Entre o sono e o sonho, entre mim e o que em mim é quem eu me suponho, corre um rio sem fim."

A minha fotografia
Nome:
Localização: v.n.gaia, Portugal

Sou um contentamento descontente

sexta-feira, setembro 29, 2006

GRITO


Escrever é gritar sem barulho.

7 Comments:

Blogger Tiago said...

podera ser um gritar sem barulho, mas o barulho vira quando as nossas palavras encontrarem as vozes que o merecerem.

obrigado por me dares a oportunidade de vir conhecer o teu canto. gostei....

bjs
Tiago

29 setembro, 2006  
Blogger pensamentos_vagabundos said...

ja te tinha dito(acho eu)que tens lindos gostos:)
esse é mais um,conheces a historia desse quadro?
se não conheces já tinha escrito nos meus 1 posts sobre esse quadro
beijo vagabundo

29 setembro, 2006  
Blogger Tiago said...

passei so para te dizer que irei te linkar...

bom domingo.

bjs
Tiago

01 outubro, 2006  
Blogger Thinker said...

Ainda me lembro do dia em que soube do roubo deste quadro.... Ainda me lembro do dia em que conseguiu aparecer, e esse surgir foi como um gritar seguro que nos pertence! O Grito ou a expressão do Basta, da loucura, do silêncio que se expressa na cor e em simultâneo se arrasta na voz... Gritos de dor, de desafio, gritar em viva voz a vida que lhe pertence!

Bonito :) É tão bom nesta arte mergulhar,retalho de artista, de cor, de tanto dizer escondido que teima em se expôr....

Beijos,

Nuno

02 outubro, 2006  
Blogger Inconsciente said...

Concordo contigo!
Sem duvida que escrever é uma forma de enlouquecer brandamente, quase imperceptivel...

02 outubro, 2006  
Blogger Cris said...

Cada palavra minha num escrito é um grito, de raiva, de felicidade, de tristeza, de ajuda, só quem quer é que consegue ouvir.

Tens razão.

Bom Feriado.

Cris

04 outubro, 2006  
Blogger Estranha pessoa esta said...

Gritos mudos.
Que deixam de ser ocos.
Nem que seja por um instante.



.. que por vezes não são tão mudos assim.


Um abraço grande.
Que sorrias muito neste feriado.
***

05 outubro, 2006  

Enviar um comentário

<< Home