Retalhos

"Entre o sono e o sonho, entre mim e o que em mim é quem eu me suponho, corre um rio sem fim."

A minha fotografia
Nome:
Localização: v.n.gaia, Portugal

Sou um contentamento descontente

sexta-feira, novembro 10, 2006

Dás-me a vontade


Dás-me a vontade
de arrancar gritos ao ar .
Dás o sentido
Ás minhas mãos
Que sabem de cor cada linha desse corpo
Que me pertence.
Minhas mãos encerram cada beijo teu
E tuas pálpebras, o teu olhar que prende o meu.
Dás-me a vontade
Da tua boca que no meu corpo trago perdida.
Dás-me o sentido
Dessa provocação em torvelhinho.

5 Comments:

Blogger pensamentos_vagabundos said...

que nuna percas essa vontade menina dos retalhos...
um beijo vagabundo

10 novembro, 2006  
Blogger bettips said...

Lindo o poema... e o meu quadro preferido! Bjinho, menina e deixa-te provocar.

10 novembro, 2006  
Blogger sentidos said...

Tens na tua alma os sentires de querer e vontade de viver...a força do teu espírito nestes "retalhos" de ti...

Um bj sentido

11 novembro, 2006  
Blogger Louco de Lisboa said...

Gostei imenso de ler as tuas palavras, muito mesmo!

Kiss, até outro instante

13 novembro, 2006  
Anonymous AY said...

"KLIMT, o beijo..."

um beijo pode ser: um ponto de exclamacao, uma virgula, ou 3 reticencias...porque há sempre o desejo e ansiedade de receber um proximo!

23 novembro, 2006  

Enviar um comentário

<< Home